Como arranjar namorado/a


És solteiro/a livre para amar?
O que procuras? Um príncipe ou uma princesa? Tu já és um príncipe ou uma princesa?
Pensa nisto que te vou dizer, mas profundamente!


Tu namorarias contigo?
Pedirias-te em casamento?
Convidavas-te para um jantar romântico?

Cuidas de ti?
Qual foi a última vez que foste a algum sitio cuidar de ti? Desde um check up no médico ou a um SPA por exemplo.
Passas o dia a reclamar de ti e de todos?
Amas-te a 100%?
Aceitas-te por completo?

Quando comecei a minha caminhada pelo coaching, achei muito curioso, porque metade dos meus clientes, queriam trabalhar comigo esta área do romance, tanto homens como mulheres. Como tal, senti a necessidade de pesquisar mais sobre o tema e de ver como os poderia ajudar a concretizarem os seus objectivos. E tão interessante foi, ver todas aquelas evoluções pessoais e conquistas.

Algumas pessoas dizem que se amam, que são até os/as melhores namorados/as que alguém poderia ter a sorte de encontrar. Mas será que sentem tudo isto verdadeiramente?

Se és uma pessoa tão especial quanto dizes ou pensas ser (Digo isto porque não é assim tão óbvio o seres, como te pode parecer à primeira vista), tens que estar atento/a aos mais pequenos detalhes!

Imagina aquele problema de saúde que por mais insignificante que possa parecer, tu não valorizas e arrastas (Seja por exemplo um problema qualquer numa unha ou até aqueles kilos que dizes querer perder)

Isto será um sinal de quê? De amor incondicional? Ou de desleixo?

Preferes amar alguém que se valoriza ou que se desvaloriza?
Saberás tu valorizar verdadeiramente alguém se não consegues valorizar-te a ti mesmo/a?


Mesmo antes de me tornar coach (ou sequer de saber o que isso era), já tinha as minhas experiências de vida e aprendizagens de vidas de pessoas à minha volta.

Eu própria dizia e ouvi tantas outras pessoas dizerem coisas como:
"Parece que atraiu só pessoas que me fazem sofrer", "Ninguém me quer", "Vou ficar para tia", "O meu cupido anda maluco" e tantas outras tontices que para nós naquele momento de sofrimento, faz todo o sentido!

Contudo, não correspondem de todo à realidade que pode vir a ser, a tua vida. Para além disso, é no AGORA que tens de agir e é no que queres para o teu futuro que tens de te focar.

Desfoca o que tem sido até hoje a tua vida amorosa, o que te fizeram, o que não te fizeram...isso já foi e nada impede que a partir de HOJE seja tudo diferente!

Mais uma vez te digo, TUDO na TUA vida, depende exclusivamente de ti.

Se procuras uma relação saudável, a primeira relação saudável que tens de ter, é contigo mesmo/a!

Se desejas um príncipe ou uma princesa, é possível que encontres, mas terás que ser tu também um/a primeiro! Lê "Os príncipes encantados existem?"

Sê aquilo que queres atrair, porque só atrairás o que és e não o que queres.

És único/a!!!

Sem comentários :

Enviar um comentário